Archive for the ‘Uncategorized’ Category

O FANTÁSTICO ALARICO MOURA

junho 23, 2011

A condição de deficiente físico mudou o sentido de vida e transformou a vida deste  homem.
Quem vê Alarico Moura, o Ala, um jovem senhor de 64 anos, andando de bicicleta, surfando, ministrando palestras, posando para fotos se surpreende com a história desse paraatleta, que após a amputação da perna esquerda soube driblar as dificuldades e tornar-se um exemplo de vida.
O que impressiona nesse brasileiro é a habilidade de utilizar a seu favor as situações adversas que a vida lhe impôs. Reverter o jogo da vida é, de fato, uma qualidade dos fortes. Morador da Ilha do Governador, no Rio de Janeiro, ex-militar, viu sua vida transformada após um acidente – foi atropelado por um carro, enquanto andava na calçada -, que o deixou com semiparalisia. Após dois anos de hospitalização e a amputação da perna esquerda, chegou em casa com as difíceis tarefas de reaprender a andar e planejar uma vida com mais limitações.
Reaprender a andar ele cumpriu, num processo lento e de sofrimento. Quanto à vida de limitações, nem pensar. Por orientação médica, começou a se envolver com atividades físicas para obter condicionamento. Iniciou caminhadas com muletas, passou às corridas de até 15km, praticou ginástica em academia, patinação, natação, surfe, frescobol, futebol, caça submarina e tornou-se mergulhador profissional.
A partir de 1984, descobriu a bicicleta como forma de lazer e, daí para as corridas de ciclismo e de mountain bike, sua grande paixão, foram poucos passos, aliás, muitas pedaladas. Alarico mantém um ritmo intenso de treinamento, utilizando a bicicleta como meio de transporte e estilo de vida. Pedala diariamente cerca de 70 km. “Em 1994, filiei-me à Confederação Brasileira de Ciclismo e à Federação Estadual de Ciclismo e passei a participar oficialmente de vários eventos de ciclismo, dando início assim a uma série de conquistas”. Um detalhe é que não participava como deficiente físico, ele competia com atletas que tinham as duas pernas, na categoria sênior.
Ele coleciona não apenas vitórias esportivas. Entre os troféus e medalhas que forram sua prateleira, estão histórias e prêmios muito mais valiosos. O envolvimento com o esporte, que por si só já agrega a inerente condição de superação, acabou despertando a atenção das pessoas por onde passava.
Seu temperamento ajuda nesse sentido. Extrovertido e brincalhão, Ala impressiona por sua vitalidade e determinação. “Fui tomando, lentamente, a consciência de que podia de alguma forma, com a minha deficiência física e postura positiva diante da vida, influenciar e beneficiar outras pessoas.” – disse ele.
Isso foi se tornando evidente durante os passeios e treinos, pelas ruas e praias cariocas. “Pedalando com uma única perna, chamava a atenção dos que passavam e comecei a ser parado na rua por desconhecidos que pediam minha ajuda. Solicitavam que eu conversasse com parentes e amigos que passavam por momentos difíceis de reabilitação, recuperação de doenças ou depressão” – contou ele.
Quem conhece Ala percebe, com nitidez, sua alegria de vida que permite, inclusive, que brinque com sua condição. “Sou um mutante, como o Volverine” – relata ele, seguido de uma gargalhada.
Ele diz que agradece a Deus por tudo que lhe aconteceu, pois sua deficiência lhe permitiu enxergar de outro modo a vida. “Antes, eu era uma pessoa sem noção. Não tinha responsabilidade com nada, com o próximo, com o meio ambiente, com a família. Quando me vi na condição de deficiente físico, descobri o grande poder que possuo como ser humano. Todos nós somos importantes para o mundo. Hoje, só peço a Deus que me ajude a corrigir meus inúmeros defeitos” – afirmou ele.
Alá é um homem de muitas habilidades, é heptacampeão carioca de mountain bike. Foi ainda seis vezes campeão brasileiro e um dos escolhidos para carregar a tocha dos Jogos Parapanamericanos, disputados no Rio de Janeiro em 2007. É também diretor paradesportivo da Federação de Ciclismo do Estado do Rio de Janeiro (Facierj). Dentre suas atividades diárias, está a de artista plástico autodidata e premiado.
“Em vez de sofrer e de me lamentar, agradeço a Deus pela vida fantástica que eu tenho. Ser diferente é normal. Eu acordo muito feliz para a minha rotina de trabalho, porque eu levanto da cama todos os dias com o pé direito” – concluiu o bem-humorado Alarico.

Texto encontrado no site: http://limitesnao.blogspot.com/2011/01/o-fantastico-alarico-moura.html

junho 12, 2011

Johnny cash parte 2

fevereiro 18, 2011

Aproveitando a brecha que o Andre deu vou postar uma musica que tem uma letra que fala sobre como precisamos da ajuda de Deus:

AJUDE-ME
Johnny Cash

Senhor, ajude-me a andar
Uma outra milha, só mais uma milha.
Estou cansado de andar tudo sozinho.

Senhor, ajude-me a sorrir
Um outro sorriso, só mais um sorriso.
Você sabe, eu apenas não consigo fazer por minha conta.

Eu nunca pensei que precisasse de ajuda antes.
Eu pensava que eu poderia fazer por mim mesmo.
Agora eu sei, eu apenas não consigo mais.
Com um coração humilhado, de joelhos dobrados,
Eu estou suplicando a Ti, por favor, ajude-me.

Desça do Seu trono dourado
E venha a mim, para mim, caído.
Eu preciso sentir o toque de Sua tenra mão.

Retira as correntes da escuridão.
Deixa-me ver, Senhor deixa-me ver
Apenas onde eu me encaixo no Seu plano mestre.

Eu nunca pensei que precisasse de ajuda antes.
Eu pensava que eu poderia fazer por mim mesmo.
Agora eu sei, eu apenas não consigo mais.
Com um coração humilhado, de joelhos dobrados,
Eu estou suplicando a Ti, por favor, ajude-me

Eu sou o segundo – por Vitor Beauford

fevereiro 1, 2011

Servindo Amanhã Cancelado !!!!!

dezembro 17, 2010

A igreja do Tatuquara cancelou o SERVINDO de amanhã,

devido ao tempo, o local está com muita água acumulada !!!!

dezembro 1, 2010

Exemplo de foragido.

setembro 12, 2010

Gostaria de ter a coragem que ele tem. Espero que Deus me de mais disto!!

Sobre o Amor de Jesus

julho 28, 2010

Fui presenteado com um livro semana passada, aparentemente simples mais que tem se mostrado um livro com um conteúdo excelente e que tem me aproximado cada vez mais de Deus e nele tem um trecho que me mostrou de uma forma clara como nunca havia pensado antes sobre o amor de Jesus, então pensei em compartilhar com vocês. O trecho é o seguinte:
“Quando eu era garoto, um dia fugi de casa por medo do castigo. Havia cometido uma falta e sabia que teria de acertar as contas com minha mãe. Corri muito. Corri pensando que iria ao lugar mais distante da face da terra em que nem minha mãe me encontraria. Corri acreditando que lá, no ponto infinito do horizonte, onde o céu se une com a Terra, poderia me esconder de meus próprios erros. Tinha medo de parar. Corri sem saber para onde. Simplesmente corri.
O crepúsculo começava a esconder o dia nos trigais maduros de minha terra. As sombras da noite se misturavam com meus medos e me aprisionavam. O canto ameaçador das corujas parecia a gargalhada sinistra da noite. Estava cansado, com frio e com fome. Agachado debaixo do umbral de uma casa abandonada fui vencido pelo cansaço. Não sei quanto tempo dormi. Sei apenas que acordei assustado. Alguém acariciava meu rosto docemente. Era minha mãe
– Já este bem, filho – sussurrou em meus ouvidos com ternura- Você já correu muito; chegou a hora de voltar. Vamos para casa.
Essa é a verdade mais maravilhosa de todos os tempos. Você também já correu de mais, já sofreu, já chorou. Já feriu seus pés na areia quente do deserto desta vida. “ Já esta bem, filho”, Jesus lhe diz, “ chegou a hora de voltar. “Vamos para casa”
Esse texto me fez refletir que às vezes achamos que podemos nos esconder, corremos o Maximo que podemos para fugir de nossos erros e às vezes não damos importância ao amor e ao carinho que Jesus nos dá e que sofremos justamente por estar longe ou não entender seus caminhos e que mesmo errando ele nos fala- Esta bem filho, é hora de voltar – e que ele exige tão pouco de nós, e as vezes nos sentimos tão cobrados, tão esquecidos e esquecemos o seguinte trecho que está em salmos “Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará. (Salmos 37:5)”

A resposta é simples nós é que complicamos

Jean

Você esta Seguro

julho 27, 2010

Confia no Senhor de todo o teu coração (e mente) e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o (percebe-o) em todos os teus caminhos, e ele endireitará (dirigirá, aplainará) as tuas veredas.
Provérbios 3.5-6

Seguir a Deus não é um estilo de vida em tempo parcial. A Bíblia claramente ensina que devemos ser cautelosos, pois o diabo procura oportunidades para nos devorar (veja 1 Pedro 5.8).

Mas Deus nos dá graça para resistir ao diabo e ficar firme na fé contra ele. Você pode estar firmado, estabelecido fortemente, inabalável e determinado, sabendo que tudo que enfrentar hoje é idêntico ao que cristãos do mundo inteiro enfrentam. E o próprio Deus o aperfeiçoará e fará que você seja o que deve ser. Ele o estabelecerá e firmará seguramente, fortalecendo e fundamentando-o hoje (veja versículos 9-10).

Fiquem com Deus
Jean

Será que todas as pessoas são pecadoras??? Não há ninguém que não peque nunca?

junho 3, 2010

Madre Teresa de Calcutá… Uma mulher que dedicou sua vida ao pobres e a servir a Deus….. Olhando para a vida dela, você consegue imaginar que ela tenha pecado?? Pois é… Eu não conheço a vida dela tão a fundo pra dizer que tipo de pecado ela pode ter cometido, mas, com base na Bíblia, eu posso afirmar com certeza que ela pecou. POis, conforme Rm 3:23, TODOS pecaram… Até mesmo pessoas com “moral elevada”, como aqueles que são santificados pela Igreja Católica….

Este é um dos temas que discutiremos no próximo domingo na EBD. Iniciaremos uma lição, que irá durar dois domingos, com o tema Pecado, tentaremos responder as seguintes perguntas:

  • Por que existem o pecado e o mal no mundo?
  • O que dizer das pessoas de moral muito elevada? São elas também pecadoras?
  • Haverá algum pecado sem perdão?
  • Posso eu estar pagando pelos erros dos meus pais ou dos meus antepassados?

Além de outras questões relacionadas a este tema. Venha também! PArticipe! Dê sua opinião, faça perguntas, e, principalmente, aprenda mais da palavra de Deus, o nosso guia.

Um abraço e até lá…

Ou melhor, até sábado na União, que vai estar ótima, como nos últimos sábados…

Camila S. Rafanhim

OBS: Quem ainda não tem a revista e deseja participar dos nossos estudos, por favor, entre em contato comigo ou com alugm dos demais professores da EBD de jovens (André Arndt e Suzana Montanari) e peça a sua. E quem já tem, não deixe de participar… Sua presença é muito importante….

Não perca esta oportunidade de conhecer mais da Palavra de Deus, de aumentar seu conhecimento bíblico e sua fé, de melhorar seu relacionamento com Deus e ser um cristão melhor….